A HARD DAY'S NIGHT

Dress like you're already famous quarta-feira, janeiro 24, 2018
Este post bem que poderia ser considerado o primeiro outfit do blog mas, para efeitos oficiais, não o é, nem nunca será.
Não nasci para ser blogueirinha de moda que fica a partilhar mil e uma fotos a mostrar maneiras interessantes de combinar peças que quando estão no armário acabam por parecer serem aborrecidas. Primeiro porque só tenho paciência para tirar mil e um fotos uma vez por ano e em segundo porque não é só a minha roupa que parece ser aborrecida, a forma como a uso é igualmente aborrecida. Por isso, ao não insistir nesta história do Outfit Of The Day faço um favor a todos nós: vocês não são confrontados com as minhas opções de vestuário e eu não perco tempo a elaborar um post pelo qual ninguém se irá interessar.
Dito isto (e para quem ainda não acredita que fotografar looks não é coisa para mim aqui vai uma descrição ao promenor do que estou a  vestir e de onde veio! O casaco de ganga, depois de uma saída à noite, tornou se uma das minhas peças favoritas. Roubei-o do armário do meu padrasto e desde então que não o tiro do corpo. Julgo que seja mais velho do que eu, ou que pelo menos também caminhe para as casas do vinte.
A camisola é outra velhinha, encontrei a, no inverno passado, entre várias camisolas que a minha mãe guardava e nunca usava. Agora é minha e uso e abuso dela nestes dias frios. As calças já são minhas, mas também são antigas, tão antigas que os rasgões nos joelhos não são feitio, aconteceram... Com o tempo... Com o uso... Costumavam ser as minhas favoritas, depois de rasgarem passei a olhar pra elas um pouquinho de lado, agora amo-as novamente.
As botinhas deu mas o meu avô, mas sei que vieram do Lidl. Eu tenho umas, a minha mãe tem outras e as minhas duas irmãs também tem cada um o seu par. As meias fishnets é quase a mesma história, com a diferença de que vieram de uma lojinha chinesa e só uma das minhas irmãs é que também umas. O penteado foi feito em cinco minutos naquela manhã quando eu dei conta que por mais que lhe mexesse não o iria conseguir levar solto. 
Agora que já sabem de tudo isso só tenho mais umas coisinhas a adicionar, uns detalhes pequeninos fotos foram tiradas pela Anita, uma colega de turma que também é blogger. Ela é a única responsável por este surgimento de beleza repentino. Façam lá o favor de stalkear as redes sociais da miúda. Para quem não entendou, o título deste post é uma referência ao título do primeiro episódio de Grey's Anatomy que é uma referência á música dos Beatles. Por isso, se este quadro pegar, fiquem a contar com títulos roubados aos episódios da mesma série.
QUAL É A VOSSA OPINIÃO SINCERA SOBRE ESTE TIPO DE CONTEÚDO? ACHAM QUE DEVA CONTINUAR? Digam me tudo nos Comentários  e não se esqueçam de seguir o blog. Afinal, os meus unicórnios e as minhas fadas lêm sempre primeiro. As fotografias foram todas tiradas pela Anita Almeida do Lipstick Lover e posteriormente editadas por mim com o uso do VSCO (filtro HB1)

kill them with kidness,
Woah Arabella

DESABAFO DO DIA #24

Desabafo quarta-feira, janeiro 17, 2018

Hoje eu queria contar te que eu amo te. Sempre amei. E depois destes meses, ganhei certeza de que vou amar para o resto da vida. Hoje eu queria te dizer que o rapaz certo eras tu e que eu sei que eu era a rapariga certa...


Ultimamente este post tem feito mais sentido do que o que fazia quando o escrevi...

10 COVERS MARAVILHOSOS DOS ONE DIRECTION (solo)

Música segunda-feira, janeiro 15, 2018

Juntos desde 2010, os One Direction são uma boyband pop formada pelos britânicos Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson e pelo irlandês, previamente Zayn Malik também foi integrante do grupo, tendo prosseguido carreira a solo a março de 2015.
No final do mesmo ano, os restantes membros anunciaram uma pausa por tempo indeterminada e atuaram pela última vez juntos na final do programa que os juntou, The X Factor UK. 
No tempo que entretanto decorreu os cinco membros originais do grupo foram atrás de um espaço na indústria a solo e apesar do quanto me custa passar tanto tempo sem os ver fazer algo em grupo não poderia estar mais orgulhosa dos seus trabalhos individuais. Enquanto um grupo nem sempre era fácil todos eles explorarem o que queriam ou seguir os caminhos que queriam enquanto artistas e isso torna-se nítido quando se houve os seus trabalhos a solo, todos tão diferentes uns dos outros e tão diferentes daquilo que faziam juntos. Apesar de eu não ser ninguém na fila do pão dos One Direction intrepeto este post como uma forma de agradecer tudo aquilo que eles significaram na minha vida e para demonstrar igualmente que não importa como, eu estarei aqui a apoia los. Por isso, se também ficaram devastados com a pausa que nunca mais terminam, vamos apoiar nos uns aos outros nos comentários.

CALL ME BY YOUR NAME [2017]

Na Estante domingo, janeiro 14, 2018
and I will call you by mine...
ALGUMAS COISINHAS QUE DEVES TER EM CONTA ANTES DE COMEÇARES A LER: 1). este post é uma review do filme Call Me By Your Name e o mesmo pode conter spoiler. Infelizmente, caso não queiras receber esse tipo de informação sou obrigada aconselhar te a não ler esta matéria. Vai ver o filme e depois volta aqui; 2). é possível que não tenhamos a mesma opinião em relação a certos momentos, por isso fica livre de expressar a tua opinião nos comentários, mas por favor, fâ-lo de uma forma educada e sem incentivar ao ódio; 3). Caso ainda não tenhas visto o filme não percas mais tempo e vai vê-lo. 
Call Me By Your Name, do inglês significa Chama me Pelo Teu Nome é um filme dirigido por Luca Guadagnino e escrito por James Ivory, baseado na obra homônima de André Aciman. Estrelado por Timothée chalamet no papel de Elio Perlman e Armie Hammer como Oliver, o mesmo estreou a 22 de janeiro de 2017, no Festival de cinema de Sundance. Ambientado no norte de Itália, em 1983, o filme acompanha o romance de Elio, um adolescente de 17 anos, com o assistente académico do seu pai, Oliver.

DESABAFO DO DIA #23

Desabafo sábado, janeiro 13, 2018

Por mais semanas em que me dedique tanto ao blog... Ámen 

COISINHAS PARA FAZER EM DIAS FRIOS

LifeStyle sexta-feira, janeiro 12, 2018
...ou dez coisas que eu realmente gosto de fazer quando tenho demasiada preguiça para me arranjar e sair de casa
Vou ser muito sincera, não tenho motivo pelo qual ficar a esconder os verdadeiros lances da minha vida quando está frio o que eu realmente gosto de fazer quando está frio é ficar o dia todo de pijama, deitada no sofá, bem pertinho da lareira, com um cobertor super quentinho sobre mim enquanto bebe alguma bebida quente e vejo um filme/série com pipocas a acompanhar, porque let's be real nada combina mais com dias de inverno do que maratonar alguma coisa Harry Potter então?! do que pipocas e tv (principalmente se forem rever um filme ou serie que ama). Contudo não podemos passar o inverno em casa a procrastinar na companhia da Netflix, então, achei que poderia indicar vos outras companhias...

DESABAFO DO DIA #22

Desabafo quinta-feira, janeiro 11, 2018

He said "be true," I swear I'll try
In the end, it's him and I

Por sermos um desses casaisinhos bem goals e com cara de tumblr em 2018

5 COVER FANTÁSTICOS DE I WANT IT THAT WAY

Música quarta-feira, janeiro 10, 2018

Se em algum universo paralelo eu tivesse de assumir os meus guilty pleausure para salvar a minha própria vida iria acabar a gritar para o mundo ouvir que, quando sozinha no meu quarto, canto a plenos pulmões as músicas daquelas boybands dos anos 90 e inicío de 2000. Com isso em mente, julguei que nada seria mais justo do que homenagear quem me acompanhou todas as noites de sexta feira e optei por trazer os Backstreet Boys com a sua apaixonante I Want It That Way no primeiro post de covers fantásticos do ano.
I Want It That Way é o single de maior sucesso do grupo. Faz parte do álbum Millennium lançado em 1999, foi escrito por Max Martin e Andreas Carlsson. Por ser considerado o maior hit da banda acabou por ficar igualmente conhecido como a sua assinatura no mundo pop, sendo, ainda, eleito um dos maiores sucessos dos anos 1990, tendo ficado em 1º lugar por meses nas rádios.
O videoclipe da música, dirigido por Wayne Isham, era pedido diariamente pelas fãs a emissoras de TV, especialmente À MTV. Alcançou o 1º lugar da Billboard na semana de estreia e também no Top 100 de 25 países em todo o mundo.
Heis alguns covers da músia que me surpreenderam:

DESABAFO DO DIA #21

Desabafo terça-feira, janeiro 09, 2018

I said, "Yo, I think you better go; I can't take you."
"You just sit and get stoned with 30-year-olds and you think you've made it."
"Well, shouldn't you be fucking with somebody your age instead of making changes?"
Wrestle to the ground
God, help me now because

Um vicio chamado Girls dos The 1975

QUANDO É QUE FOI A ÚLTIMA VEZ QUE ALGUÉM TE ROUBOU ALGO?

O Moreno segunda-feira, janeiro 08, 2018

Foi há quase dois anos, mas por mais que isso pareça um cliché eu realmente tenho de o afirmar: lembro me como se tivesse sido ontem. Estava no auge dos meus dezassete anos a aproveitar o meu último verão sem as preocupações que assombram uma jovem adulta. Acreditava que tinha todo o tempo do mundo para fazer fosse o que fosse, por isso levava a vida com toda a calma possível, principalmente porque sabia que parte daquilo que eu estava a fazer para além de contribuir para a minha paz de espírito também contribuía para a continuação de algumas tradições da aldeia que me viu nascer.

Num dia como qualquer outro saí de casa para ir aos meus afazeres, o que incluía ir abrir o tasco e servir alguns cafés, aperitivos e digestivos, o que eu devo confessar que adorava fazer. Teria sido um dia simples como qualquer outro não fosse o teu atrevimento. Aproximaste te do balcão como quem não sabe que por onde passa parte corações, pediste um café e em questão de segundos eu perdi-me no azul dos teus olhos. Quando te vi ir embora, percebi que levavas contigo o meu coração e a situação importou me tão pouco que não me dei ao trabalho de correr atrás para o reaver... Para ser bem sincera, nem tantos meses depois pretendo pedir to de volta... Afinal, com olhos tensos e brilhantes, eu era apenas uma menina e não podia ser aquilo que tu precisavas se só tinha 17 anos. Apenas uma menina....